Segunda-feira, 01 de Junho de 2020
Esporte

PM flagra ladrões dentro de lotérica no Jardim Monumento e prende quatro

Vizinho ouviu barulhos no telhado e acionou PM; dois bandidos foram flagrados em cima da árvore e, outros dois, na lotérica

Publicada em 17/07/19 às 09:28h - 23 visualizações

por Silvia Frias e Viviane Oliveira


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)

Quatro homens foram presos em flagrante, na madrugada de hoje, em Campo Grande, pela tentativa de furto a lotérica na Avenida Guaicurus, no Jardim Monumento. A movimentação do grupo foi ouvida pelo vizinho do estabelecimento, que acionou a Polícia Militar.

O flagrante aconteceu por volta da 1h30. Segundo informações da Polícia Militar, os ladrões pularam o muro do vizinho e passavam pelo telhado da conveniência, que também pertence ao dono da lotérica. A intenção deles era acessar a porta de conexão entre os estabelecimentos.

O vizinho relatou à PM que ouviu barulho de pelo menos duas pessoas sobre o telhado. Quando a equipe chegou, não encontrou ninguém em cima da casa, mas viu um cilindro de oxigênio no gramado em frente da lotérica.

Na varredura, encontraram dois homens em cima das árvores, na frente da lotérica. Eles entregaram os comparsas que ainda estavam dentro do imóvel.

Foram apreendidos maçarico, luvas, pistola 765, quatro rádios comunicadores, cilindro de oxigênio e um pé de cabra, além de Chevette. Na casa de um dos suspeitos, a polícia apreendeu veículo Del Rey. Todos eles já tinham passagem pela polícia.

Os militares ainda fizeram buscas na casa da namorada de um deles e encontraram desmanche, com várias peças e dois veículos e duas motos que seriam produtos de furto.

O dono da lotérica, Flávio Pereira Moura, disse que foi acordado pela PM às 3h. “É uma notícia difícil, a gente fica perplexo com a nossa realidade, é um sentimento ruim acordar com essa informação”.

A conveniência foi aberta há seis anos e, a lotérica, há 20 dias. Antes do novo empreendimento, Flávio disse que nunca foi alvo de criminosos. Os militares acreditam que eles estavam estudando o local há pelo menos uma semana.

O caso foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) na Piratininga.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (67)9 9690-4848

Visitas: 238363
Usuários Online: 62
Copyright (c) 2020 - Reinaldo Souza